Diários e confissões , de Sandro Martins Costa Mendes

          A obra é coletânea de contos que abordam a escrita de si. Uma parte dos contos são folhas avulsas de diários, contendo desde o retrato cotidiano de uma estudante do interior na capital, até o diário de um brasileiro do futuro, passando por reflexões, medos, angústias, buscas por companhia de outros tantos personagens. Na parte das confissões, mais contos escritos em primeira pessoa, que apresentam confissões de seus narradores. A confissão pode ser banal, sobre um sonho não realizado, sobre amores acabados, ou um amor que está acabando, mas pode ser também a confissão de um assassinato, de um medo, de uma vontade quase inconfessável. O livro é feito de forma artesanal, e alguns dos contos apresentam escrita à mão e formatos e folhas diferentes.

          Sandro Martins Costa Mendes é doutor em Escrita Criativa pela PUCRS e professor da Universidade Federal do Pampa, Campus Jaguarão. Além de literatura tem produções na área de audiovisual e música. Também está lançando pela Yaguarú o livro "Incidências", onde apresenta o gênero Incidentes, baseado na obra homônima de Roland Barthes. 

©2018 by Yaguarú. Proudly created with Wix.com