piratas%20mockup1_edited.jpg

Piratas do rio Jaguarão de Sidney Bretanha

Os dias frios e cinzentos no sul do país compõem o cenário de uma aventura jamais vista, reunindo elementos distintos e com um estranho propósito.

Em terra firme um grupo de moleques pratica pequenos furtos nas ruas da Cidade Heróica (Jaguarão).

Aproximadamente a 140 km dali, em Pelotas, uma rádio clandestina entrevista o misterioso professor James Silver, enquanto um navio pirata, comandado pelo terrível Capitão Luca, navega pelas águas do rio Jaguarão.

          A pirataria sai dos mares do Caribe, viaja pelas ondas do rádio, ganha força no mercado de produtos ilegais – sob a Ponte Internacional Barão de Mauá –, e invade de vez a literatura do sul. Os Piratas do rio Jaguarão já hastearam sua bandeira negra e preparam um ataque naval à costa mercante do Uruguai. Suba a bordo e navegue junto com a tripulação do Vingança do Jaguar.

          - Free shops à vista! - Apontar canhões a bombordo... Carga!

Sidney Bretanha é músico, compositor e poeta. Possui três discos independentes lançados e várias canções gravadas em CDs de artistas gaúchos, além de premiações diversas em festivais nativistas e populares. Já trabalhou na imprensa escrita como diretor de jornal, redator e cronista, tendo também publicado diversos contos, crônicas e poemas em coletâneas de autores contemporâneos.

Título: Piratas do rio Jaguarão

Autoria: Sidney Bretanha

Ano de publicação: 2019

ISBN: 978-65-80953-05-9

Número de páginas: 80

Costura artesanal: Japonesa

Gênero literário: novela

Formato: estreito 14,8 x 21

Papel: Pólen Bold 90g

Outras obras do autor por outras editoras:

Delírio Delicado (poesia concreta – 1999)

Brisa do Bosque (ficção – 2009)

O Assassinato de Martim César (ficção – 2011)

Mariana dos Ventos e Outros Sonetos (poemas – 2014)

Micro Contos Rimados (poemas – 2014)